Destruction 27.Jan.2013 @ Beco

Postado em: 18 de dezembro de 2012

cartaz A3Mais uma lenda do thrash metal mundial fará escala em Porto Alegre: é o seminal Destruction, trio alemão com 30 anos de história no segmento da música veloz e pesada. O show ocorrerá dia 27 de janeiro de 2013, às 21h, no Beco (Av. Independência, 936), e faz parte da turnê Spiritual Genocide: 30 Years Of Total Destruction. A apresentação, bem como o giro nacional, divulga o mais recente álbum de inéditas do Destruction, Spiritual Genocide (2012), e celebra suas três décadas de existência. A abertura dessa apresentação destruidora na Capital ficará sob a responsabilidade da banda Carniça, de Novo Hamburgo.

Saiba mais sobre as bandas

DESTRUCTION

Destruction é uma banda de thrash metal alemã formada em 1982 por Marcel Schmier (voz e baixo), Mike Sifringer (guitarra) e Tommy Sandmann (bateria) em uma pequena cidade chamada Weil am Rhein.

A banda conseguiu êxito no mercado fonográfico logo no início da carreira. Em apenas um ano, tinha um contrato com a gravadora SPV e o primeiro disco, Infernal Overkill, nas lojas. Naquela altura, eles eram considerados um dos maiores grupos de thrash da Europa. Seu segundo álbum consolidou essa posição – Eternal Devastation foi lançado em 1986 e rendeu uma turnê com os alemães do Kreator. Logo depois, a primeira baixa: Tommy saiu e foi substituído por Olly. Apontado como o melhor trabalho até então, Mad Butcher chegou às lojas em 1987. Após uma bem sucedida turnê pelos Estados Unidos e Europa, o grupo começou a mostrar sinais de problemas. O disco seguinte, Release From Agony, ousou ao acrescentar novas influências, o que deixou os fãs insatisfeitos. Apesar das críticas, os admiradores do grupo se acostumaram com o álbum e o consideram como um dos melhores na carreira do Destruction. O grupo ainda lançou um álbum ao vivo, Live Without Sense, gravado durante a turnê de Release From Agony.

Em 1989, Schmier decidiu sair da banda, e Mike resolveu continuar produzindo discos sob a alcunha de ‘Neo-Destruction’. Para tal, foram chamados, inicialmente, o vocalista Andre Grieder (ex-Potergeist) e o baixista Christian Englefor. Posteriormente, Thomas Rosenmerkel assumiu os vocais e Michael Piranio juntou-se à banda como guitarrista. Durante o período, foram lançados três álbuns – dentre eles The Least Successful Cannonball -, os quais sequer são considerados como registros.

Por volta de 1999, Schmier achou que era uma boa hora para retornar ao Destruction e levou consigo o baterista Sven Vormann. Em 2000, saiu o tão aguardado disco com parte da formação antiga: All Hell Breaks Loose. O grupo estava oficialmente de volta ao posto de uma das melhores bandas de thrash metal com os álbuns seguintes: The Antichrist (2001) e Metal Discharge (2003).

Em 2005, os thrashers colocaram no mercado o excelente Inventor Of Evil, que foi bastante elogiado pelos fãs. O registro conta com participações de Biff Byford (Saxon), Doro Pesch, Shagrath (Dimmu Borgir), Björn ‘Speed’ Strid (Soilwork), Paul Di’Anno, Messiah Marcolin (Candlemass), Mark Osegueda (Death Angel), Peter ‘Peavy’ Wagner (Rage) e Peter Tägtgren (Hypocrisy, Pain). Todos os convidados aparecem na faixa ‘The Alliance Of Hellhoundz’. Em 2008, foi lançado D.E.V.O.L.U.T.I.O.N, outro trabalho bastante aclamado. Em 2011, o trio liberou o álbum Day Of Reckoning e caiu na estrada pela Europa com a turnê Thrashfest Classics, ao lado de Sepultura, Exodus, Heathen e Mortal Sin.

Em 2012, o Destruction lançou Spiritual Genocide, via Nuclear Blast Records. O petardo traz um Destruction ainda capaz de escrever músicas de alta energia. A atual formação conta com Schmier (baixo e vocal), Mike Sifringer (guitarra) e Vaaver (bateria).

 

CARNIÇA

Foi sob as influências de Sepultura e Slayer que, em abril de 1991, surgiu o Carniça. Em 1999, a banda lançou seu primeiro CD independente, intitulado Rotten Flesh. Originalmente um quarteto, tornou-se um trio em janeiro de 2002 estabilizando permanentemente sua formação com Mauriano (baixo e vocais), Parahim (guitarra) e Marlo (bateria). Esse time de músicos inaugurou uma fase de mais agressividade sonora. Foi com ele que a banda conseguiu participar do álbum tributo à clássica banda alemã Running Wild com o cover da música ‘Mordor’. Com 12 anos de estrada, o Carniça encerrou suas atividades em 2003. Em 2008, a banda voltou novamente como um trio.

A nova fase trouxe releituras de músicas próprias e alguns covers de bandas como Slayer, além de novas composições presentes no CD Temple’s Fall… Time to Reborn, lançado em 2011. Na turnê de divulgação desse álbum, o trio visitou pela primeira vez a Argentina. O grupo também passou por Brasília, onde tocou ao lado do Ratos de Porão. A passagem pela Capital Federal serviu de inspiração para um álbum temático abordando a corrupção, assunto que é explorado em seu novo disco Nations of Few (2012). O show de lançamento desse trabalho ocorreu no dia 08 de dezembro, na cidade natal da banda, Novo Hamburgo (RS), tendo como convidado especial Claudio David – guitarrista da lendária banda mineira Overdose. O músico participa da faixa ‘Prayers Before the Death’, um dos destaques do álbum. Atualmente, o grupo concentra-se na divulgação de seu trabalho mais recente e no agendamento de shows.

Mais informações no site – http://www.myspace.com/carnicaband

Abertura:

Carniça – http://www.myspace.com/carnicaband

Onde:

Beco (Av. Independência, 936)

Quando:

27 de janeiro de 2013, domingo, às 21h

Cronograma

19h – abertura da casa
20h – Carniça
21h – Destruction

Ingressos:

Primeiro lote: R$ 70,00
Segundo lote: R$ 80,00
Terceiro lote: R$ 90,00

Pontos de venda:

Online
www.ticketbrasil.com.br (em até 12x no cartão)

Lojas
A Place (Centro Shopping – Rua Voluntários da Pátria, 294, loja 150)
Zeppelin (Galeria Luza – Rua Marechal Floriano, 185, loja 209)
Short Fuse (Galeria Malcom e Shopping Total)

Informações:

(51) 3026-3602
www.abstratti.com.br
www.facebook.com/abstratti
www.twitter.com/abstratti
www.youtube.com/abstratti

Informações rápidas

Como Chegar Confirme sua presença
no Facebook
Compre seu ingresso

Utilize o transporte
público

 

Comentar usando o facebook

comments